Tratamentos Estéticos para Gordura Localizada? Verdades e mitos

0
Tratamentos estéticos para queimar gordura localizada

A gordura localizada costuma preocupar e incomodar bastante em diversas ocasiões. Se você está acima do peso e quer emagrecer, em breve você estará bastante preocupada com a gordura localizada. Se você já é magra mas sofre com barriguinha e culote, lá está ela incomodando de novo, a gordura localizada.

A gordura localizada consiste em um acumulo de gordura que acontece em áreas específicas do corpo, e por mais que você seja uma pessoa magra, se você anda abusando de alimento muito calóricos como massas, frituras e doces, não adianta, a gordura excedente que consumimos além do necessário será estocada como gordura localizada na barriga, nos culotes, nas costas, etc.

O que fazer para acabar com a gordura localizada? Boa alimentação e exercícios? Sim. Mas existem também outras opções aliadas à tecnologia, como os tratamentos estéticos para gordura localizada, e é desses tratamentos que vamos falar um pouco mais aqui.

Criolipólise

A criolipólise é o mais recente entre os tratamentos estéticos para gordura localizada, e por isso, o mais comentado hoje em dia, uma vez que esse tratamento é o que temos de mais moderno até agora.

Esse tratamento estético para gordura localizada foi desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e consiste no uso de baixas temperaturas atingindo um grau de congelamento das células de gordura.

O tratamento funciona de maneira que o resfriamento das células é controlado e fixado em uma temperatura de -8ºC, com as células de gordura congeladas começa um processo chamado de apoptose, que é quando as células de gordura começam a se degradar, desfazendo-se e morrendo. Três dias depois de uma sessão de tratamento as células começam a ser expelidas naturalmente pelo organismo, que se livrará de todas as gorduras congeladas em até 3 meses.

A criolipólise poderá ocorrer em qualquer parte do corpo onde haja gordura localizada, uma vez que o aparelho utilizado permite o uso de ponteiras diferentes para o congelamento. Os locais onde esse procedimento costuma ser feito com mais frequência são a barriga, os flancos (pneuzinhos), culotes, costas e braços.

Esse tratamento estético é capaz de eliminar em uma única sessão cerca de 20% a 30% das células de gordura localizadas na área escolhida, e com esse alto número de eliminação de gorduras ele tem conquistado um público cada vez maior, sendo escolhido o melhor tratamento disponível na atualidade por revistas norte-americanas.

Mais um ponto a favor da criolipólise é o de que ela tem a capacidade de modelar o corpo mais do que outros tratamentos estéticos, uma vez que após sua aplicação e a eliminação das células de gordura, caso a pessoa engorde novamente, essa nova gordura será distribuída entre as células que restaram, ou seja, a pessoa não ganhará gordura no local onde o procedimento foi feito, e sim em outras áreas do corpo.

Lipocavitação

A lipocavitação é um tratamento estético para gordura localizada feito através de ultrassons. O tipo de ultrassom utilizado na lipocavitação é aquele que gera ondas de baixa frequência que provocam cavitações (ou seja, que formam cavidades) dentro das células de gordura, e daí o nome lipocavitação. Com as cavidades formadas e a quebra dessas células de gordura, elas são transportadas para o sistema linfático que se encarrega de eliminá-las.

Considerada uma lipoaspiração sem que seja necessário um processo cirúrgico, a lipocavitação realmente funciona e traz bons resultados para perda de gordura localizada e redução de medidas, porém, é preciso fazer uma avaliação médica que dirá se você está realmente apto a realizar esse tratamento, uma vez que ele pode trazer efeitos colaterais para determinados grupos de pessoas.

Sendo assim, esse tratamento estético para gordura localizada é contraindicado para gestantes, diabéticos, pessoas que tenham doenças cardíacas, nos rins ou no fígado, alterações de colesterol, tromboses, próteses metálicas, dermatite, entre outras. Pelo grupo extenso que poderá sofrer com efeitos colaterais, antes da lipocavitação é necessária uma avaliação bastante completa de um médico competente e de confiança, evitando riscos.

Carboxiterapia

Tratamento estético para gordura localizada que causou frisson quando surgiu, a carboxiterapia revelou não ser tão eficaz como outros procedimentos estéticos disponíveis.

Isso acontece porque a técnica desse tratamento é feita através da aplicação de injeções de dióxido de carbono (CO²) na área escolhida. Com essa injeção de gás, o organismo começa a trabalhar para eliminar esse gás, aumentando a circulação, e com uma maior quantidade de sangue na área ocorre a queima de gordura e o aumento da produção de colágeno.

Resumidamente, a carboxiterapia funciona, porém, existem outros métodos muito mais interessantes, menos dolorosos e que apresentam resultados muito melhores e mais extensos, inclusive na perda de gordura localizada.

Caso a preferência seja pela carboxiterapia é recomendada a prévia pesquisa sobre o local de aplicação do tratamento, uma vez que como ele é feito através de agulhas, ele deverá possuir excelentes condições de higiene, e profissionais que realmente saibam realizar o procedimento.

Ultrassom

Mais um tratamento estético para gordura localizada que utiliza ultrassom, dessa vez este funciona através da emissão de ondas sonoras que são capazes de provocar vibrações nos tecidos. Com essa vibração subcutânea acontecendo, a circulação da área onde está acontecendo o tratamento aumenta, alterando as células de gordura que passam a ficar mais permeáveis. Com as células de gordura mais permeáveis, elas acabam “estourando” e seu conteúdo é posteriormente eliminado pelo organismo.

Ultrassom

Esse tratamento realmente funciona, é indolor e apresenta bons resultados. Outro fator interessante é que ele pode ser combinado com outros tratamentos que ajudam na perda de gordura localizada. As contraindicações ficam mais uma vez por conta das gestantes, dos diabéticos, daqueles que possuem próteses metálicas, tecidos neoplásicos ou marca-passo.

Intradermoterapia

Considerado um treinamento de resultados que deixam a desejar quanto a gordura localizada, a intradermoterapia pode sim ajudar a diminuir a gordura localizada, mas para isso deverá ser combinada com outros tipos de tratamentos estéticos.

Para entender melhor como essa técnica ocorre, é preciso saber que são utilizadas agulhas para que são capazes de injetar substancias que promovem a quebra de gordura (substancias lipolíticas) nas células. Ainda que a técnica pareça ser perfeita para a queima de gordura localizada, ela apresenta resultados pouco significativos quando comparada a outros tratamentos.

As contraindicações para esse método ficam por conta gestantes, pessoas que possuem infecções ou lesões na pele, tumores, e alergia aos medicamentos a serem utilizados.

As contraindicações para esse método ficam por conta gestantes, pessoas que possuem infecções ou lesões na pele, tumores, e alergia aos medicamentos a serem utilizados.

Endermologia

A endermologia é um tratamento estético bastante completo, que funciona não somente para a gordura localizada, mas para o tratamento e remodelamento das células de gordura. Isso quer dizer que esse tratamento ajuda bastante a combater as celulites, que são gorduras localizadas que incomodam muito as mulheres.

Esse tratamento estético consegue, inclusive, destruir as fibras endurecidas que representam as celulites em um grau mais adiantado. Além desse remodelamento e diminuição das celulites, o tratamento é capaz de drenar os líquidos do corpo, diminuindo medidas.

Quanto as contraindicações, elas são para pessoas que possuam varizes e para gestantes.