Como tomar isotônicos pode mudar seus resultados no treino.

0

Se os seus resultados não estão acontecem da maneira que você espera, pode ser que sua hidratação seja o maior problema.

Um dos quesitos mais importantes para um treino bem sucedido é a hidratação. Porem, mesmo os mais experientes não possuem um conhecimento completo sobre como a hidratação, através de isotônicos pode tanto atrapalhar, quanto ajudar nos seus resultados.

Estar sempre hidratado é essencial principalmente por 3 aspectos:

  • Regulagem dos batimentos cardíacos.
  • Temperatura corporal.
  • Melhor distribuição da energia para os músculos.

Mas é preciso entender qual a melhor alternativa para tornar os resultados perfeitos, ingerir água ou isotônicos?

Hidratação com água.

Desde o primeiro momento de qualquer exercício físico, nosso corpo começa a perder líquidos e minerais através do suor e do próprio metabolismo. É importante então ter atenção às recomendações sobre o quanto e como se deve ingerir água para manter as atividades corporais funcionando perfeitamente, para que os resultados do treino sejam compatíveis com o que se deseja.

É importante ressaltar que não há um período exato para se determinar quando o isotônico deve substituir a água, isso devido ao tamanho de esforço e ao preparo físico de cada um. Porem existe uma recomendação geral, para aqueles que não possuem acompanhamento médico mais próximo.

Recomendasse que durante a primeira hora de exercício o consumo seja unicamente a base de água, pois as reservas glicêmicas e minerais do nosso corpo são capazes de suprir a demanda, mantendo a glicemia e funções básicas em um nível aceitável.

Sobre a quantidade podemos determinar desta maneira:

  • A American College of Sports Medicine, recomenda beber pelo menos 460 ml de água duas horas antes da atividade física.
  • A National Athletic Trainers’ Association, recomenda a ingestão aproximada de 500 ml de água, de três a duas horas antes de correr , e mais 250 ml cerca de dez minutos antes da corrida.

É preciso também se hidratar durante a atividade, mas é preciso estar atento às condições nas quais ela esta sendo praticada. Uma corrida de baixo de sol, e uma corrida em uma esteira dentro da academia possuem características diferentes, e a hidratação deve ocorrer de modos diferentes também.

Então a ingestão varia entre 150 ml a 350 ml de água a cada 20 minutos.

A fala da nutricionista Cristiane Perroni reafirma o que foi dito e já introduz o próximo assunto:

Toda atividade física faz com que o organismo perca água, mas nem sempre é necessária a reposição de glicose e sais minerais. Para corredores de 10km e até uma hora de corrida não há necessidade da utilização de bebidas isotônicas. Em corridas acima de uma hora, como, por exemplo, as 10 milhas (16 km), meia maratona ou maratona há necessidade do uso de isotônicos” 

 Hidratação com Isotônicos.

Para entender melhor o porquê do seu uso, vamos entender o que eles são exatamente. Isotônicos são compostos por uma concentração de eletrólitos, que simplesmente são minerais que possuem uma carga elétrica, dentre eles estão o sódio, potássio e cálcio. E também carboidratos que permitem a manutenção da atividade física por mais tempo.

A carga elétrica destes eletrólitos no sangue é responsável por regular vários processos, incluindo os já citados no começo do texto, permitem também a regulagem da pressão arterial e o pH, reconstrução de tecidos danificados e contração muscular.

Hidratação com isotônico

Para entender melhor o porquê do seu uso, vamos entender o que eles são exatamente. Isotônicos são compostos por uma concentração de eletrólitos, que simplesmente são minerais que possuem uma carga elétrica, dentre eles estão o sódio, potássio e cálcio. E também carboidratos que permitem a manutenção da atividade física por mais tempo.

A carga elétrica destes eletrólitos no sangue é responsável por regular vários processos, incluindo os já citados no começo do texto, permitem também a regulagem da pressão arterial e o pH, reconstrução de tecidos danificados e contração muscular.

Figura 1 Exemplo de como as células estão em cada situação de hidratação.

Sabendo então todas as características dos isotônicos, fica mais fácil entender o porquê de seu uso, como mencionado antes, só deve ser usado após uma hora de exercício intenso, pois nesta primeira hora se houver ingestão isotônica, é possível que haja uma grande quantidade destes eletrólitos no sangue, causando um esgotamento dos rins, que precisam trabalhar mais para a filtragem sanguínea.

Existe também a preocupação com cada tipo de resultado esperado, em muitas marcas há excesso de açúcar nos isotônicos, o que pode gerar um pico de insulina no sangue. Se o resultado esperado é o ganho de massa muscular, pode ser um bom caminho a seguir, a insulina auxilia a enviar os nutrientes para dentro das células musculares, algo que facilita a hipertrofia.

Porem se você está tentando perder peso, os componentes podem reduzir seu metabolismo e gerar mais apetite. Efeito que pode se transformar em um acumulo maior de gordura, podendo haver um aumento de peso. Além de que o próprio isotônico tem cerca de 30g a 40g de açúcar, o que já faz por si só um aumento calórico muito grande para ser queimado durante o treino.

 

É preciso sempre acompanhar cada caso de forma específica, e entender como seu metabolismo funciona. Cada um necessitará de uma quantidade diferente de hidratação e reposição mineral, e será preciso estar sempre atento a este tipo de detalhe, ele fará toda a diferença no seu treino. Muitas vezes a desatenção neste assunto pode estar interferindo diretamente nos resultados esperados, e por ser algo rotineiro, muitos não dedicam tempo a entender como fazer uma hidratação adequada.
Agora depende de você começar seu próximo treino da melhor maneira possível.
Comece hoje mesmo a aplicar estas técnicas no seu treino, e veja em pouco tempo o funcionamento do seu corpo e seus resultados mudarem drasticamente.
Se você gostou deste artigo, e quer se manter sempre atualizado sobre o mundo fitness, curta e compartilhe, assim sempre teremos um assunto novo para mostrar a você.