Confira dicas de pós treino para potencializar o seu ganho de massa muscular

0

O pós-treino é tão importante quanto o treino em si, e por isso, o preparo e a alimentação dessa etapa é essencial para conseguir sucesso durante os exercícios. Saber fazer um bom pós-treino ajudará tanto pessoas que querem emagrecer, quanto aquelas que querem aumentar sua massa muscular.
Assim como o pré-treino, hora essencial para se alimentar bem e se hidratar afim de ter mais força e potência para realizar sua série de exercícios, o pós-treino é importante para fazer com que o organismo se regenere mais rapidamente, aumentando a eficácia dos exercícios e o ganho de massa muscular ou perda de peso. Nesse sentido, a alimentação pós-treino é de extrema importância, principalmente pela ação de dois mecanismos do nosso corpo, o anabolismo e o catabolismo.
O anabolismo é uma função extremamente crucial para aqueles que tem o foco na hipertrofia, e nele, ocorre o aumento das células e de suas funções.
O catabolismo é uma função contrária ao anabolismo, onde ocorre a diminuição do tamanho das células e de suas funções. Sendo assim, o catabolismo é essencial para o emagrecimento, uma vez que atacará as células de gordura, e quando o treino está acontecendo, é o catabolismo que funciona no organismo, uma vez que o corpo utiliza suas reservas energéticas.
Sendo assim, quando o treino está acontecendo o catabolismo ocorre uma vez que as reservas energéticas do corpo são utilizadas para o treino dos músculos, assim como existe um maior consumo de fibras que causam micro lesões, e para que essas micro lesões se transformem em hipertrofia para o crescimento do musculo é preciso investir em uma boa alimentação evitando o catabolismo, e para isso, as proteínas e carboidratos são essenciais.

A nutrição pós-treino, ainda é útil para que possamos causar alguns impactos no corpo que podem ser extremamente válidos para indivíduos que desejam o aumento de sua massa muscular, tais quais os fisiculturistas. Através dela, conseguimos otimizar sínteses metabólicas, as quais, largamente contribuirão para um maior anabolismo muscular e uma opressão ao catabolismo pós treino.
Colocando de forma mais direta, a alimentação e as demais atividades pós-treino como o descanso, têm como objetivo certos pontos muito importantes, como:
• A recuperação do corpo onde o processo catabólico é reduzido;
• A reposição de energia, principalmente a proteica e hidroeletrolítica;
• A melhora significativa no metabolismo, em níveis proteicos e energéticos;
• A redução de desidratações e hipoglicemia;
• A redução de oxidações pelo corpo


Segundo esses objetivos, é fácil perceber que a atividade física faz com que o corpo comece a pedir por água e nutrientes que precisam ser recuperados para que os músculos cresçam de forma saudável e para que o processo catabólico não ocorra.
Além da alimentação, o consumo de água é uma das principais dicas de pós treino que deve ser seguida, e nesse sentido, a quantidade de água a ser consumida é de cerca de 1,2 litros de água por quilo perdido na atividade física. Sendo assim, no pós-treino, caso se perca cerca de 200 gramas de gordura por meio da musculação, o certo é que no pós-treino se consuma de 300 a 450ml de água até cerca de uma hora após o treino.

Proteínas indicadas

Fundamentais no pós-treino, principalmente para aqueles que estão focados na hipertrofia, as proteínas indicadas aqui devem ser aquelas de rápida absorção e de alto valor biológico, com a finalidade de repor os aminoácidos perdidos durante o treino, acelerando o processo de cicatrização das micro lesões, e permitindo que a construção muscular ocorra mais rapidamente.

Entre as proteínas mais indicadas, podemos citar:

  • Salmão, atum, peito de frango, clara de ovo, queijo cottage e leite desnatado.

Carboidratos indicados

Quando o treino acaba, as reservas de glicogênio em seu organismo provavelmente estarão esgotadas, e os carboidratos chegam exatamente com essa função de repor as reservas de glicogênio, auxiliando no processo de troca entre estado catabólicos para anabólico. Ou seja, ao ingerir carboidratos, você para o processo de catabolismo e começa o de anabolismo. Sendo assim, quanto as carboidratos, essa é a hora de ingerir aqueles de baixa complexidade e alta glicemia.

Entre os carboidratos mais indicados, podemos citar:

  • Pão branco, aveia, banana, mamão, granola, e manga


No caso dos carboidratos, esses são os alimentos indicados para aqueles que querem um resultado de hipertrofia. Para emagrecimento, os carboidratos devem ser de baixa complexidade, devendo-se investir também em verduras e legumes.

Suplementos

A questão dos suplementos é também sempre presente para aqueles que querem treinar mais pesado e que tem como objetivo tanto a hipertrofia como o emagrecimento. Muitos se perguntam se no pós-treino é preciso realmente se alimentar ou se podemos substituir a alimentação pela suplementação.
Substituir não é a palavra aqui, mas unir uma coisa à outra. A alimentação pós-treino nunca deverá ser substituída apenas pelos suplementos alimentares, uma vez que esses ajudam a melhorar os resultados e quem os utiliza consegue chegar lá mais rápido, porém, sem uma alimentação adequada os suplementos pouco adiantam.
Ainda que hoje em dia tenhamos muitos suplementos que prometem nutrição e contam com bastante tecnologia nada irá substituir a batata-doce ou os ovos como forma de nutrição e recuperação do corpo no pós-treino.
Os suplementos não são essenciais no pós-treino, e qualquer atleta consegue ficar muito bem sem eles, impedindo o catabolismo nos músculos e se mantendo nutrido, porém, caso seja possível investir nos suplementos, eles com certeza valerão seu preço por acelerarem ainda mais o processo de hipertrofia ou emagrecimento.
Nesses casos, os melhores suplementos a serem utilizados no pós-treino são o Whey Protein hidrolisado, volumizadores celulares pós-treino e suplementos ricos em aminoácidos, além dos mais em conta whey protein concentrado com creatina e suplementos ricos em carboidratos.
Horário da alimentação pós-treino:
Enquanto no pré-treino temos diversos horários de alimentação que poderão proporcionar diferentes resultados, o horário de alimentação ou suplementação do pós-treino é bastante simples. Após sair imediatamente do treino tome bastante água, de acordo com a perda de peso que você registrou no dia, e cerca de uma hora após o treino é a hora de se alimentar, pois será nesse momento que seu metabolismo estará mais acelerado.

Esperamos ter ajudado você a saber mais para atingir seu objetivo.

Foco, força e fé!