Mitos e Verdades sobre Musculação

0
Mitos e Verdade sobre Musculação

Mitos sobre musculação são comuns em academias e mesmo fora delas. Sempre que o assunto das conversas gira em torno de treino, malhação e corpo definido ou magro, os mitos acabam surgindo.

Mas, o pior é que muita gente deixa de beneficiar-se da musculação em toda sua amplitude, com receio de estar fazendo tudo errado. Será que você é um destes? E aí? Você também deixa de fazer esta ou aquela atividade por causa de alguma crença popular? Será que você conhece a verdade sobre os exercícios que pratica?

Aqui separamos 20 crenças que são verdadeiros mitos da musculação. Eles são divulgados como verdades absolutas e têm atrapalhado muitas pessoas. Quer conhecê-los? Então a hora é agora. Vamos lá!

Mitos sobre Musculação: Veja se você está fazendo errado

Os mitos são crenças que vão passando de boca em boca e acabam tomando conta de nossas vidas. Todo mundo começa a acreditar e a gente também passa a crer. Isto ocorre muito quando o assunto é musculação, emagrecimento, definição muscular etc. Por isto aqui estão os 20 mais conhecidos. Leia com atenção, ao final nos conte o que achou.

Musculação

Mito 1 – Musculação não serve para emagrecer, só serve para desenvolver a musculatura

Esta é uma ideia na qual muita gente acredita piamente. E por isto, têm deixado de usufruir dos benefícios que a musculação pode oferecer. O eu se divulga erroneamente é que para emagrecer é preciso praticar exercícios aeróbicos e nunca musculação. Conforme esta teoria a musculação está adequada apenas para aumentar a massa muscular.

A verdade

O que muitos ignoram é que a musculação é uma eficaz forma de emagrecimento. É modalidade capaz de elevar o gasto calórico muito mais do que nas atividades aeróbicas.

Entenda o que acontece na musculação e porque ela faz emagrecer

Quando você faz exercícios de musculação seu metabolismo é acelerado 12% a mais do que o normal. Mesmo depois de treinar e no decorrer do restante do dia, sua taxa metabólica continua 7% mais alta.

Esta situação é muito boa para quem deseja emagrecer. Isto acontece porque enquanto estamos malhando, nosso corpo passa por um processo chamado catabolismo. Este faz com que o músculo seja degradado. Mas, não se preocupe, pois este desgaste é ótimo.

Quando você termina o treino e passa a descansar, o seu organismo não para. Ele começa a recuperar todo o desgaste muscular que aconteceu no treino. E aí o músculo se recompõe. Mas, ele não volta a ser apenas como era.

Ele aumenta, regenera, fica mais fortalecido para suportar aquela carga a qual foi submetido. Este segundo processo é chamado anabolismo. É nele que ocorre o ganho de massa muscular.

Se você tiver, por exemplo, se exercitado com pesos, durante o processo de recuperação muscular seu corpo precisará gastar muito mais energia do que em uma atividade aeróbica.  Mas, não para por aqui. Ainda há um bônus que a musculação no oferta. Os músculos são ativos metabolicamente. Isto quer dizer que os músculos gastam muita energia. Mais do que qualquer outro órgão do corpo. Por isto que musculação emagrece. Ela aumenta a massa muscular e quanto mais músculos você tiver, mais energia gastará.

Mito 2 – Levantamento de peso deixa a pessoa musculosa

A quantidade de gente que diz isto é surpreendente! Muitos acreditam que levantar peso uma ou duas vezes por semana, em academia como atividade de musculação, vai torná-los cheios de músculos.

Mas, a coisa não é bem assim. A verdade é que adquirir musculatura como a dos fisiculturistas, ficar bombado, não é tão simples assim. Na verdade, é preciso “ralar” muito para isto acontecer.

Para a desenvoltura dos músculos a este ponto, são necessários exercícios regulares em tempo integral, alimentação direcionada a isto, suplementação e um longo tempo.  Muitas vezes, estes super músculos são conseguidos à custa de produtos como esteroides anabolizantes.

Mito 3 – A musculação só faz efeito se for feita por 1 hora seguida todos os dias

Este é uma outra teoria levantada pelo senso comum. Esta ideia é um princípio copiado das atividades aeróbicas. É muito comum ouvir dizer que é preciso correr, ou caminhar ou pedalar por pelo menos 60 minutos para conseguir emagrecer.

Mas com a musculação não é bem assim Ao contrário, malhar exige pausas e descanso. Os maiores benefícios podem ser conseguidos quando se respeita este período de descanso. Parar e descansar é uma tática muito usada para turbinar os resultados de sua musculação.

Além disso, ainda há um outro aspecto sobre este mito. O tempo a ser empregado não pode ser definido de forma generalizada. Depende de cada pessoa, de suas condições físicas, dos benefícios que deseja alcançar e da meta que tem a atingir.

Depende também de que tipo de atividade está sendo desenvolvida e como. Um exemplo de tempo diferenciado é o treino de musculação com exercícios intervalados. Neste, existe uma sequência especial a ser cumprida. Em um intervalado de alta intensidade, o treino pode ser realizado em 15, 20 ou 30m ou menos. O que conta não é o tempo e sim o nível de esforço que está sendo feito.

Mito 4 – Crianças não devem praticar musculação

Isto é um mito. Alguns pais acham que a musculação irá interferir negativamente no desenvolvimento corporal de seus filhos. Na verdade existem muitos benefícios para a garotada que começa cedo a musculação. Alguns exemplos são:

  • Estimula o desenvolvimento da estatura, ou seja, ajuda a crescer;
  • Controla o peso evitando obesidade;
  • Beneficia a massa óssea;
  • Otimiza o crescimento corpóreo;
  • Contribui para o equilíbrio;
  • Eleva a autoestima.

O importante é que um bom profissional possa prescrever e acompanhar os treinos da criançada, para evitar problemas de lesões.

Mito 5 – Levante apenas pesos leves

Algumas pessoas julgam-se fracas e só gostam de pesos leves. Mas, para construir o objetivo de um corpo saudável, magro e esbelto é preciso ir mais além.

O que importa aqui é escolher o peso certo. Sendo assim, saiba que não adianta levantar peso leve demais, pois você não obterá resultado. Por outro lado, levantar peso excessivo pode levar à lesões. Portanto, encontre o equilíbrio.

Mito 6 – Alongar-se antes da musculação atrapalha a hipertrofia

Este é um mito que corre por aí. Mas, atenção o contrário é verdadeiro, pois um alongamento antes da musculação só ajuda.  Ele otimiza os resultados da hipertrofia. Pode ser desenvolvido com tensão leve ou moderada por um curto período de tempo.

Mito 7 – Treinar pelo menos 1 dia por semana é o bastante

Este é um mito do comodismo. Se você não encarar o desafio, não há como vencer. Para alcançar uma meta é necessário dar duro e treinar regularmente.

Mito 8 – Antes de iniciar a musculação devo fazer uma dieta rápida

Estamos cansados de ver isso por aí. O povo acha que primeiro tem que dar aquela emagrecida, para depois manter o peso perdido malhando. Além de estar errado ainda há um risco grande sendo causado à saúde.

As dietas rápidas e restritivas que são hipocalóricas e as desintoxicantes que são somente à base de sucos e sopas, deixam o organismo enfraquecido e inteiramente despreparado para qualquer atividade física.

Resultam em irritabilidade, fraqueza e as pessoas ficam em um estado de compulsão por comida. Alguém neste estado, não está pronto para nada, muito menos para malhar.

Além disso, a musculação não pede nada disso. Se você quer emagrecer inicie a musculação. O cuidado prévio que se deve ter não é emagrecer, mas sim buscar ajuda médica para conhecer suas condições físicas.

Mito 9 – O exercício aeróbico é melhor que musculação para emagrecer

A musculação é eficaz para emagrecer e não fica atrás dos exercícios aeróbicos. Muita gente associa os dois para potencializar seu treino. Malhar traz benefícios como: fortalecimento de tendões, cria densidade óssea, nos mantém fortes e em postura alinhada. E ainda por cima emagrece.

Treino de hipertrofia, por exemplo, é excelente aliado do emagrecimento, pois aumenta a taxa de metabolismo basal, favorecendo o gasto energético. A conclusão é que o exercício aeróbico pode ser associado à musculação para emagrecer.

Mito 10 – Fazer o mesmo treinamento que um fisiculturista famoso faz vai me deixar como ele

Ninguém é igual em musculação.  Cada qual possui o seu tipo genético, sua estrutura física e suas próprias condições. Por isto o melhor é seguir cada um, seus próprios objetivos e definir seus treinos específicos.

Mito 11 – Para emagrecer é preciso muitas repetições. Para aumento de massa magra é preciso poucas repetições

Este mito deve ser desfeito. Depois de muitos estudos, concluiu-se que o que mais interfere e influencia na redução de gordura ou no ganho de massa muscular é o que se come. Ou seja, muita coisa depende da dieta.

O que mais importa em um treino é estimular os músculos para que ocorra o desgaste (anabolismo), sem que haja impactos negativos na estrutura corporal. E que ocorra depois, a recomposição, ou seja, que eles possam regenerar-se no descanso, aumentando a massa magra.

Mito 12 –  Quem tem doença crônica não pode fazer musculação

Mito. Só o médico pode dizer se a pessoa pode ou não praticar musculação. Poder ou não vai depender da condição física do paciente naquele determinado momento e não da doença em si. É necessário investigar o estágio e a evolução da enfermidade. Em muitas doenças o exercício físico é recomendado. A musculação é de grande ajuda em muitos casos.

Mito 13 – Idosos devem ficar longe da musculação

Ao contrário. Os idosos devem praticar exercícios físicos. A musculação também pode estar incluída entre as atividades que servem para eles. Com isto eles ganham aumento da massa muscular, força, melhor equilíbrio, regulam glicose e ainda têm sua autoestima elevada. O que deve ser feito é a prevenção, com cuidados necessários à pessoas de idade.

Mito 14 – Musculação compromete a postura

Esta é uma hipótese que não contém nenhuma verdade. É exatamente o contrário do que acontece.

A postura pode ser aprimorada através da musculação. Mas é preciso a ajuda de profissional para que não ocorram desvios posturais graves ou agravamento de algum problema pré-existente.

Mito 15 – Mulher que faz musculação fica masculinizada

Este é outro mito que rola nas academias. Achar que mulher vai ficar cheia de músculos como homem. Muitas temem trabalhar os músculos por medo de tornarem-se masculinizadas.

Musculação feminina

Mas, ganhar tantos músculos assim, não está exatamente escrito na genética feminina. Pernas engrossando, braços musculosos, esta é uma realidade difícil de acontecer no corpo feminino, pelo menos através da musculação.

Na verdade a hipertrofia é mais difícil de ser gerada no corpo da mulher. Isto é assim devido a seu perfil hormonal e devido à ausência de volume muscular semelhante ao do homem. Sendo assim, a musculatura como a das fisiculturistas, só é possível mediante intenso trabalho direcionado para isto.

Mito 16 – Treinar de manhã é mais eficaz

A hora de seu treino é o que menos importa para uma atividade perfeita. O que vale mesmo é separar em sua agenda lotada, um tempo para exercitar-se. Investigue seu relógio biológico para saber em que momento é melhor para você.

Mito 17 – Treinar em jejum emagrece rápido

Este boato espalhou-se rapidamente pelas academias. É verdade que queima mais calorias, porém, alto é o preço que se tem a pagar. Em jejum o corpo irá degradar massa muscular. Você emagrece, mas à custa de perder músculos. O mito é que não faz emagrecer de forma permanente, pois quanto menos músculos menos calorias você gasta.

Mito 18 – Qualquer tênis serve para meu treino

Não caia nessa. Procure o tênis ideal para sua pisada. O calçado errado gera problemas no joelho, no tornozelo, nos pés, etc. E tem mais, um tênis inapropriado diminui a eficácia de seu treino. Seu esforço vai por água abaixo.

Mito 19 – Sentir muita dor depois dos treinos é bom sinal

Dor pode significar muita coisa. Inclusive pode ser seu corpo te dizendo que você está fazendo errado. Às vezes sente-se dor por ter dado duro no treinamento. Mas esta é uma dor normal pelo esforço muscular. Mas, preste atenção na dor, se for intensa e não passar em 48 horas procure ajuda profissional.

Mito 20 – Quem faz musculação não precisa de dieta

Este é outra coisa que muitos acreditam ser verdade. Mas, acaba arruinando a silhueta de muita gente. Praticar exercícios físicos define, tonifica, e ajuda a emagrecer. Mas, fique atento para não perder os ganhos que consegue na academia com a primeira barra de chocolates da padaria da esquina.

A dieta vale à pena, pois sem ela você estará perdendo seu tempo, trocando cebolinhas. Perdendo na academia e ganhando na boca. Para você entender a importância da dieta veja a tabela abaixo que informa quanto tempo de atividade você gasta para queimar certos alimentos que levou apenas alguns segundos para comer.

Alimento Caloria Tempo que o corpo leva para queimar
Lata de refrigerante 138 13 m de corrida

26m de caminhada

Barra de chocolate 229 42m de caminhada

22mde corrida

Pão com filé de frango e bacon 445 1 hora e 22m de caminhada

42m de corrida

1 saco de batata frita 38 m caminhada

21m corrida

17m pedalando

1Hamburguer+ batata frita+ refrigerante 236m de caminhada

131m correndo

107m pedalando

 

 

20 mitos sobre musculação vem trazer um alerta para quem não quer mais continuar fazendo errado. São coisas que caem na boca do povo e espalham-se. E muitos acatam como verdades. Você já conhecia estes mitos? Praticava algum?  Deixe seu comentário. E se gostou das dicas compartilhe.