Creatina Mitos e Verdades – Seu Uso para Hipertrofia

0
Creatina Mitos e Verdades
Creatina Mitos e Verdades

Na busca do corpo dos sonhos, cada dia mais pessoas procuram academias e passam horas se exercitando, trabalhando exaustivamente sua musculatura. Mas, o que a maioria já sabe é que não é uma tarefa fácil e exige muita disciplina e rotinas muitas vezes sacrificantes. Então, qualquer ajuda é muito bem vinda, com isso buscamos alimentação adequado e recursos ergo gênicos: aquele que melhora o desempenho atlético, com métodos farmacológicos, psicológicos, de treinamento motor ou nutricionais; que possam ajudar no objetivo.

E dentre os recursos farmacológicos usados, hoje a creatina é um dos mais adorados pelos praticantes de atividade física que buscam a hipertrofia. Principalmente os praticantes de atividades físicas de alta performance.

Até bem pouco tempo atrás, a venda da substância era proibida no Brasil. Mas depois de que testes comprovaram que não havia danos à saúde, hoje é uma substância de venda livre. Encontrada em farmácias, academias, e lojas de suplementos alimentares.

É importante entender que a creatina não é considerada “bomba”, não é um esteroide anabolizante. O suplemento não está na lista de compostos considerados doping pelas comissões responsáveis em regular os esportes, nem mesmo pelo Comitê Olímpico Internacional.

Mas Afinal o Que é Creatina

A creatina é uma substância encontrada em alimentos e também sintetizada naturalmente por nosso organismo, que pode ser encontrada na forma livre e no em um composto de creatina-fosfato. As maiores reservas do organismo são encontradas nos tecidos dos músculos esqueléticos.  A substância é usada pelo tecido muscular para a formação da adenosina trifosfato – ATP importante fonte de energia para a maioria das funções corporais e também para a contração muscular.

A Creatina Como Suplemento

A creatina é um recurso ergo gênico mais usados por praticantes amadores ou profissionais. Não é um nutriente essencial de ser consumida, pois para o funcionamento normal do organismo sua síntese é feita pelos rins e pelo pâncreas, por meio da quebra dos aminoácidos arginina e glicina.

Mas, a ingestão adicional da creatina por atletas melhora a performance, através da maior liberação de energia e da retenção de água nas células musculares. Pois é uma substância osmóticas ativas, que atrai água para dentro das células. É uma reserva de energia rápida. Então porque tanta polêmica diante da creatina?

Quais as principais dúvidas quanto ao uso da Creatina (fatores contrários ao uso da creatina):

Inicialmente havia uma grande dúvida em relação do funcionamento da creatina, e da validação de seus resultados. Esse ponto já foi superado e a creatina foi liberada para venda.

A segundo, e não menos importante questão sobre seu uso era sobre a retenção de líquidos e a sobrecarga e um possível sobrecarga dos rins e do fígado. Pesquisas atuais, estão descartando essa hipótese.

Então qual é o maior problema associado ao uso da creatina? O aumento das câimbras musculares. O que gera um desconforto, mas não chega a ser um problema de saúde.

E Quais São os Benefícios do Uso da Creatina?

Os benefícios são tantos, que a maioria dos usuários, profissionais de saúde, nutrição e educadores físico recomendam e atestam o uso da creatina como um dos recursos ergo gênicos mais eficazes. A lista de benefícios não é pequena.

Creatina - Mitos e Verdades
Creatina – Mitos e Verdades
  • Aumento da massa muscular, devido ao aumento de água nas células musculares;
  • Melhora na performance dos atletas, devido a reserva extra de energia que pode ser acessada rapidamente, principalmente para atividades físicas de alto impacto;
  • A pratica do esporte pode ser praticada com mais intensidade e por mais tempo;
  • A creatina é indicada também para preservar a massa muscular em idosos;
  • É indicada para prevenir o mal de Parkinson, Huntington e Alzheimer;
  • É um recurso de baixo custo.

Diante de tantos benefícios e do baixo custo; a desinformação criou alguns mitos em torno do uso da creatina.

Mitos Criados Sobre o Uso da Creatina

  • A creatina aumenta o peso e aumenta a gordura. MITO: O aumento do peso devido ao uso da creatina é devido ao aumento do acumulo de água nos tecidos musculares. Então o que aumenta não é a gordura e sim a massa muscular.
  • Creatina acumula água e com isso aumenta a flacidez. MITO: A creatina não aumenta a flacidez, pelo contrário o que acontece é aumento do volume muscular e combate a flacidez.

Usar ou não a Creatina 

Antes de acabar de ler essa matéria e sair correndo para comprar a creatina, você deve ter em mente que é um suplemento usado e eficaz para quem faz atividade física, outros casos só devem ser usados com prescrição do seu médico ou nutricionista.

Nenhum suplemento faz milagre, para ter o corpo dos seus sonhos, você terá que exercitar, e ter uma rotina de alimentação adequado. Como foi dito a creatina é um suplemento com muitos benefícios, de baixo custo, mas é um recurso para melhoria do desempenho da atividade física, o que tem como pré-requisito um plano detalhado, concreto e realizado de atividades físicas praticadas.

Se você já realiza atividade físicas e está em busca de uma melhor performance, de preparar seu corpo para exercícios mais intensos e por mais tempo. Se você busca a definição celular e o aumento dos músculos. Se você entende que o aumento de peso, não é aumento de gordura, então a creatina pode ser o recurso que você está precisando para ajudar na sua meta de hipertrofia, e ter o corpo dos seus sonhos, mais rápido e com saúde.

Gostou? Comente aí e compartilha com os amigos.