Lowcarb: saiba tudo sobre a Dieta do Momento

0
Dieta Lowcarb

Lowcarb significa pouco carboidrato, logo, uma dieta baseada no Lowcarb é aquela que corta os carboidratos totalmente do seu cotidiano.

É preciso mudar a mentalidade de que a dieta é apenas aquele período de sacrifício com a comida, para perdermos peso. Tudo o que ingerimos no nosso dia a dia faz parte da nossa dieta, todos nós temos uma dieta alimentícia, todos os animais possuem uma.

O maior inimigo dessa dieta do momento é a indústria e o marketing ao redor da comida, que manipulam alimentos de todas as maneiras, para estimular vendas e, o pior de tudo, sem se importar com a saúde do consumidor. As comidas industrializadas são ricas em carboidratos, desencadeando uma série de quadros de obesidades e riscos de saúde.

Quer entender mais sobre essa dieta Lowcarb? Bem vindos ao guia definitivo da dieta do momento!

Lowcarb, high fat: Entenda

Se Lowcarb significa pouco carboidrato, high fat significa muita gordura. Mas não se assuste, isso não é prejudicial para a sua saúde.

Ao cortar os carboidratos da sua alimentação, o seu corpo precisará retirar energia de algum lugar e nós sabemos exatamente qual é esse lugar: proteínas e gorduras.

E na dieta Lowcarb as fontes de fornecimento dessa energia são as gorduras naturais, sem processo de industrialização. Ela cumprirá com honra a mesma função da glicose proveniente dos carboidratos, que já não farão mais parte da sua vida.

Automaticamente, agora deve estar passando pela sua cabeça a questão das calorias. Mas não se preocupe, já que elas são apenas a quantidade de energia que os alimentos proporcionam ao seu corpo.

Em uma dieta Lowcarb, as fontes de calorias principais para o seu corpo são as gorduras naturais, que possuem um nível calórico maior que os carboidratos. A boa notícia é, ao contrário da glicose proveniente do carboidrato, a energia da gordura não é armazenada em altas quantidades no seu corpo.

Nessa dieta do momento, as calorias das gorduras naturais serviram de combustível para o seu organismo, deixando-o em pleno funcionamento e prolongando a sua condição de saciedade pós-refeição.

A gordura não é sua inimiga

Em 1953, um americano chamado Ancel Keys fez um estudo sobre a relação que entre o consumo de gordura e as mortes causadas por doenças cardíacas em 22 países. Sem maiores prolongamentos, ele encontrou uma relação de risco em apenas 6 países e publicou o estudo com o resultado desses 6 apenas.

Dieta Lowcarb

Acontece que Keys causava muita influencia no que era tangente ao governo dos Estados Unidos e, consequentemente, na opinião pública. O seu estudo era tudo o que as indústrias de alimentos precisavam para colocar a culpa do aumento de peso e incidências de mortes relacionadas à má alimentação na gordura e no colesterol.

É assim que surge o mito do colesterol alto ser ruim, já que, segundo a lógica de Ancel Keys, quanto mais elevado o colesterol, maiores são as chances de morrer por um ataque cardíaco. E isso apenas alimenta a indústria dos agrotóxicos a produzirem cada vez mais alimentos nocivos à saúde de todos.

Por que os carboidratos são tão nocivos?

Carboidratos

Os carboidratos são açúcares, que por muito tempo foram considerados a principal fonte de energia para o corpo humano, mas a Lowcarb veio para acabar com essa mentalidade que apenas favorece os negócios dos agrotóxicos.

Em uma dieta Lowcarb você não precisa sair contando calorias e nem ficar fissurado em olhar carboidratos nas embalagens de produtos. Com um pouco de costume, em algumas semanas de dieta já é possível absorver quais alimentos são ideais ou não.

Mas mesmo assim, é importante enfatizar o que é considerado nocivo para a dieta Lowcarb: os carboidratos líquidos. Para entender melhor, iremos explicar com um exemplo:

No rótulo de uma embalagem, é possível encontrar o número de carboidratos totais presentes em um alimento. Logo abaixo dessa contagem total, há o número de fibras dietéticas no alimento. Para encontrar o carboidrato líquido, é só diminuir a quantidade de fibras dietéticas da quantidade de carboidratos totais.

Isso porque as fibras não causam impacto nos níveis do sangue no seu corpo e organismo, o que é o malefício do carboidrato para essa dieta do momento. Então, é por isso que as fibras não engordam.

O cardápio Lowcarb

O cardápio Lowcarb

Engana-se quem pensa que a dieta Lowcarb é o corte total de carboidratos da sua rotina alimentícia, afinal, como comentamos anteriormente, significa o pouco consumo deles. Logo, tudo depende do seu objetivo final.

Existem dois tipos de pessoas que vivem a dieta do momento Lowcarb: a que precisa perder peso e a que já alcançou o peso desejado e apenas que mantê-lo.

Em cada uma das situações e dependendo diretamente da quantidade de pesos a serem perdidos e em quanto tempo, é necessário focar muito mais na base da dieta do que na exceção. Calma, vamos explicar.

A dieta Lowcarb tem como base da sua alimentação os alimentos não processados e sem carboidratos. Estamos falando de vegetais, gorduras naturais (azeite e manteiga), carnes, frutas, nozes, queijos e castanhas. Não necessariamente orgânicos, mas se for possível, dê preferência a eles. Essa deve ser a base, aquilo que fundamenta o seu comportamento.

Porém, quando falamos de exceções, nos referimos a alimentos processados com zero ou poucos carboidratos, como os refrigerantes zero da vida, adoçando seus alimentos com adoçante, gelatina sem açúcar, etc. Esses alimentos não são proibidos, mas devem ser deixados para o final de semana, se for possível.

Para que a dieta do momento funcione na sua vida, recomendamos que comece com receitas simples, alimentos fáceis de serem cozinhados. É normal que no início a empolgação estimule a procura por receitas mais elaboradas e sofisticadas, mas com a rotina é provável que uma hora o cansaço apareça e, se não tiver receitas simples por perto, pode até deixar de lado a dieta Lowcarb.

As frutas Lowcarb indicadas são o morango, framboesa, amora, acerola, coco, limão, abacate e maracujá e. Mas sempre em pequenas quantidades. As frutas mais ricas em carboidratos e que devem ser evitadas ao máximo são: mamão, manga, abacaxi, maçã, banana, uva e laranja.

A dieta Lowcarb demorou, mas finalmente se tornou a dieta do momento e esperamos que seja por muito tempo, eternamente. Essa é a maneira mais saudável de se alimentar e consumir alimentos que irão lhe fazer bem, causando diretamente um impacto positivo ao meio ambiente e negativo para a indústria dos agrotóxicos.

  • Então se você está em busca de uma dieta, a Lowcarb pode sim ser uma boa opção, mas claro, não deixe de consultar seu médico, afinal de contas é necessário ter certeza que seu organismo pode viver sem “carbos”.

Se ainda tiver dúvidas comenta aí que vamos te ajudar nessa caminhada!

Até a próxima