Lipodistrofia Localizada – Mais do que um Problema Estético

0
Lipodistrofia Localizada
Lipodistrofia Localizada

O nome pode chamar a atenção, mas a lipodistrofia localizada nada mais é do que o nome científico da gordura localizada. A lipodistrofia localizada ocorre com o acúmulo de gorduras no tecido adiposo, que se encontra logo abaixo da nossa pele, e essas células de gordura chamadas de adipócitos. Normalmente encontramos uma enorme quantidade de triglicerídeos, mostrando que o acúmulo de gordura localizada pode ser um grave problema a nossa saúde.

Longe de ser apenas um problema estético, a gordura localizada pode aumentar significativamente em nosso corpo de duas maneiras principais: pela hiperplasia e pela hipertrofia.

Na hiperplasia o que ocorre é o aumento do número de adipócitos (ou células de gordura), enquanto que na hipertrofia ocorre um aumento de tamanho dos adipócitos já existentes, normalmente provocada por um alto consumo de gorduras.

A formação de gordura localizada pode acontecer com ainda mais facilidade nas mulheres, mas atinge ambos os sexos.

Ainda existem fatores além da ação hormonal e do excesso de peso que podem ser determinantes para o aparecimento da gordura localizada, como falta de exercícios e má postura.

Isso revela que nem sempre pessoas que sofrem com a gordura localizada precisam necessariamente estarem acima do peso, mostrando ser totalmente possível estar no peso ideal mas possuir gordura localizada em algumas regiões do corpo.

Entre as regiões do corpo onde o acúmulo de gordura localizada é mais comum, temos a região abdominal, o culote, os flancos (famosos pneuzinhos), braços, costas e pernas. Por isso, é comum encontrar pessoas em seu peso ideal, mas com uma barriga mais saliente ou culotes inchados, por exemplo, caracterizando o caso como lipodistrofia localizada.

Lipodistrofia Localizada: Entendendo Melhor a Gordura Localizada

Olhar para o seu próprio corpo e perceber que a gordura localizada está tomando conta de um espaço que não era dela pode ser bastante incomodo para qualquer pessoa.

Homens e mulheres de todas as idades podem sofrer com a lipodistrofia localizada, e o mais comum nesses casos é começar a procurar soluções rápidas e milagrosas para mudar esse quadro e voltar a ter um corpo bonito e saudável.

O erro aqui é que a grande maioria das pessoas normalmente procura soluções em dietas, tratamentos estéticos e exercícios físicos sem ao menos saber qual é a origem daquele acúmulo de gordura, o porquê dele estar ali, e, portanto, a maneira correta de tratar cada região do corpo tomada pela lipodistrofia localizada.

Dessa forma, entender o processo de formação da lipodistrofia localizada é essencial para escolher corretamente o procedimento no qual iremos apostar para eliminar essa gordura localizada, e assim, será possível agir diretamente na causa do problema, evitando novos acúmulos de gordura no tecido adiposo, e acelerando todo o processo de queima da gordura localizada.

Como a Lipodistrofia Localizada (gordura localizada) se forma?

Médicos e cientistas já comprovaram que a lipodistrofia localizada tem como causa principalmente o excesso de consumo de alimentos muito gordurosos, normalmente com muitos açúcares e carboidratos brancos.

A partir daí, a lipodistrofia localizada se forma principalmente no tecido adiposo das regiões mais flácidas do nosso corpo, como a barriga, os culotes, os braços e o pescoço (papo), mas isso pode variar de pessoa para pessoa, dependendo bastante de sua genética e histórico familiar em geral, além é claro da frequência em que a pessoa pratica exercícios físicos, se ela vive de forma sedentária, e de seus hábitos alimentares e postura corporal.

Com todas essas predisposições genéticas, histórico familiar e estilo de vida contando para o desenvolvimento da lipodistrofia localizada, é preciso então tentar entender quais motivos levaram ao acúmulo dessa gordura localizada em determinada região do corpo, e dessa maneira será possível escolher o melhor método de tratamento para acabar com a lipodistrofia localizada e conquistar novamente um corpo bonito e saudável.

Por mais que a distrofia localizada não seja uma doença, devemos lembrar que ela pode evoluir para um quadro de obesidade (essa sim, uma grave doença) que pode trazer sérios riscos para a saúde do coração e de todo o corpo, e para a autoestima de homens e mulheres que sejam por ela atingidos.

Dessa maneira, quando começamos a observar o surgimento da lipodistrofia localizada, é hora de começar a se preocupar com nossa alimentação e com nossa saúde em geral, evitando que o problema se torne ainda maior. 

O que é Lipodistrofia Localizada
O que é Lipodistrofia Localizada

Como acabar com a Lipodistrofia Localizada?

Fórmulas mágicas não existem para acabar com a gordura localizada, e mais uma vez, entender o porquê da lipodistrofia localizada ter aparecido pode levar a melhor maneira de acabar com ela, porém, a regra número 1 para acabar com a gordura localizada, seja qual for a região onde ela está acumulada ou o porquê de seu aparecimento, é: mudar seu estilo de vida.

A lipodistrofia localizada é, em primeira instância, o acúmulo de gordura no tecido adiposo, e tem como causa principal o consumo excessivo de alimentos gordurosos. Não surpreende que parar de ingerir alimentos gordurosos e investir em uma reeducação alimentar escolhendo opções mais saudáveis seja o caminho para começar a eliminar a gordura localizada, ou ao menos, evitar que ela aumente ainda mais.

Ainda que existam procedimentos estéticos invasivos ou não, e aqui podemos citar como exemplo claro a lipoaspiração, de nada adianta pagar caro por esses procedimentos, conseguir chegar ao seu objetivo, mas voltar a acumular gordura localizada em pouco meses porque sua alimentação e seu estilo de vida não mudaram.

Mudar seu estilo de vida, escolher alimentos saudáveis, fazer uma reeducação alimentar, praticar exercícios físicos frequentemente, tudo isso irá ajudar você a acabar com a lipodistrofia localizada e a se manter livre dela.

Uma vez que você tomou a atitude de mudar de vida, os tratamentos estéticos que estão por aí disponíveis, podem ajudar, e são muito eficientes. Entre elas, você pode escolher a criolipólise, a aplicação de enzimas, a lipocavitação, a massagem modeladora, a eletrolipoforese ou o manthus, por exemplo.

Todos esses tratamentos estéticos realmente funcionam e podem ajudar na eliminação da gordura localizada trazendo resultados reais, porém, mudar seu estilo de vida será essencial para colaborar com os resultados desses procedimentos, acabando de uma vez com a gordura localizada e evitando sua reincidência.

Agora que você sabe tudo sobre a lipodistrofia localizada, e o que fazer para acabar com ela, compartilhe com os amigos essas informações sobre como finalmente dar fim naquela gordurinha localizada que tanto incomoda.