Leucina – Descubra do que esse aminoácido essencial anabólico é capaz

0

O que viria a ser essa Leucina e como esse aminoácido essencial trabalha no nosso corpo?

Mas, o que viria a ser essa Leucina não é mesmo? Bem, esse artigo é para esclarecer suas dúvidas sobre isso. A leucina é um aminoácido essencial de cadeia ramificada, sua utilização dentro do nosso corpo acontece através de nossos tecidos adiposos, fígado e tecidos musculares.

Se você já leu os artigos aqui do blog, deve saber que eu andei falando da importância das proteínas nas dietas de quem pretende ganhar massa muscular. E a leucina contribui também na síntese de proteínas em nosso organismo, por isso é tão importante você conhecer seus efeitos, para que possa estar se beneficiando desse aminoácido.

Além de estimular a síntese proteica em nossos músculos, também ganha força como sendo uma ótima catalizadora de crescimento muscular, acelerando ainda mais os resultados dos exercícios de alta intensidade que você faz na academia.

A leucina não é sintetizada pelos animais, então ela deverá ser consumida através de amendoins, salmão, soja, carne de porco, amêndoas, ovos, lentilhas, feijão, milho, arroz, leite de vaca, aveia, grão de bico. Ela deverá ser consumida através desses alimentos como sendo componentes das proteínas.

 

Será que eu devo tomar leucina?

Você vai saber agora se deve ou não investir no consumo de leucina, pois de acordo com as características dela, pode até ser útil para adaptá-la na sua rotina da dieta alimentar que você está seguindo.

Se você sofre de diabetes por exemplo, é importante saber que a Leucina ajuda a regular os níveis de diabetes no sangue, e para pessoas que estão acima do peso, prestes a desenvolver doenças que atingem o coração, a leucina ajuda a eliminar gorduras em camadas profundas do corpo, que são as mais responsáveis por desenvolverem doenças coronárias e outros problemas relacionados.

Além disso, ela é capaz de proporcionar mais energia no seu corpo, inibindo a sua necessidade de consumir cafeína ou outros estimulantes que poderiam estar causando o mesmo efeito. Aumenta a formação de músculos e ainda age potencializando os hormônios.

A Leucina é capaz de ajudar ao crescimento de massa muscular no seu corpo

Se você é bodybuilder e está treinando de forma intensa para conseguir músculos bem definidos e cada vez maiores, deverá prestar atenção agora nessas informações sobre a leucina.

Um estudo afirmou que quando se suplementa a dieta de um bodybuilder com leucina após os treinos de alta intensidade e resistência, isso é capaz de reduzir os danos nos tecidos musculares.

Ou seja, se você tem como ideal atingir um corpo musculoso, pode ser uma boa ideia começar a consumir a Leucina, tendo em vista que ela age também na recuperação muscular.

Claro, que antes de tudo é necessário fazer uma avaliação médica, no intuito de checar em exames se seu organismo está preparado para começar a consumir a Leucina como suplementação na sua dieta de Bodybuilder.

A Leucina melhora a sua performance nos esportes e treinos físicos para musculação

De acordo com um estudo realizado com esse aminoácido essencial anabólico – a leucina – além de ajudar a queimar as gorduras que poderiam aumentar os riscos de desenvolvimento de doenças coronárias, a leucina ainda é mais do que isso, ela ajuda a manter seu corpo em plena disposição para a realização das mais variadas atividades físicas, bem como deixará seu corpo mais preparado para a execução de esportes também.

Para você ter ideia, o consumo de BCAA, pelo fato de possuir cerca de 30% a 35% de leucina, se consumido logo antes, ou mesmo enquanto o indivíduo estiver realizando atividades físicas, é capaz de ajudar na prevenção ou mesmo redução da degradação do rácio proteico pelo organismo. Isso faz com que otimize o desempenho até mesmo cognitivo e é claro, corporal também.

Mas, se formos analisar de outra maneira, as propriedades da leucina vão mais além do que as informações que já citamos. Através do consumo da leucina, podemos constatar até mesmo que há uma diminuição da degradação de índices de glicogênio que são usados pelos músculos.

Pesquisadores dizem que quando o atleta suplementa a sua dieta com BCAA por exemplo, o que é composto por 76% de leucina, isso acaba por induzir a diminuição de perdas perceptíveis no tecido adiposo, além do que é capaz também por outro lado de fornecer um alto nível de disposição física ao atleta, esportista ou bodybuider que a consome.

Quais são as outras vantagens da Leucina?

Algumas pesquisas que foram realizadas com a Leucina em laboratórios, usando ratos para analises, constataram os seguintes resultados: tanto adultos como jovens que consomem uma suplementação a base de leucina, tiveram resultados favoráveis quando na suplementação houve o acompanhamento de outros antioxidantes também.

Já em um outro estudo, foi constatado que quando a suplementação não é apenas com a leucina como também com a Whey Protein, isso acaba em um resultado ainda mais potencializado, que fornece um aumento de força física muito maior, além claro, daquela que é conseguida através de treinos de resistência.

Para as pessoas que realizam treinamentos bastante intensos, que levam uma rotina de exercícios realmente com cargas pesadas e bem desgastantes, uma suplementação com leucina pode indicar uma saída para fazer a recuperação muscular e ajudar no estímulo de energia física que o corpo precisa para manter-se em um bom equilíbrio.

Agora que você já sabe como a leucina pode contribuir para o seu ganho de massa muscular, está na hora de dar início a seu projeto.

Compartilhe com todos!