07 erros de alimentação que prejudicam o crescimento dos músculos

1

Ganhar massa muscular é um dos principais objetivos de quem frequenta as academias de musculação. Antes era possível perceber que os homens eram os principais interessados na hipertrofia e definição muscular, no entanto, ao longo dos anos, as mulheres começaram a se interessar pelo ganho de massa magra. Como consequência, é possível ver nas academias homens e mulheres disputando aparelhos em prol do aumento do volume muscular.

Embora o interesse no assunto gere outras dúvidas, como a rotina alimentar correta para alcançar esse fim, ainda é expressivo o número de pessoas que “enfiam o pé na jaca” na hora de escolher alimentos e colocá-los no prato. Para diminuir a confusão, decidimos elaborar este post. Ele busca apontar os maiores erros em termos de alimentação que podem desacelerar ou até mesmo acabar com as chances de incrementar a massa muscular em pouco tempo.

Conheça 7 erros absurdos sobre alimentação para hipertrofia

  • Não tomar café da manhã

Muita gente acredita que ao pular uma refeição estará reduzindo a ingestão calórica e, desta forma, promoverá um rápido emagrecimento. Contudo, esta ação irá prejudicar o seu desempenho nos exercícios da academia e musculação, porque o café da manhã é a refeição responsável por fornecer a maior parte da energia para o desempenho das atividades do dia a dia. Além disso, ao deixar de fornecer nutrientes ao organismo, ele buscará energia nos músculos, ou seja, eles serão catabolizados no intuito de oferecer ao corpo os nutrientes que lhe foram negados.

  • Comer muito

Normalmente, após pular uma refeição, o sujeito acaba compensando na outra. Montar pratos com excesso de calorias pode ser o início do fim para o projeto de definição muscular, em especial se o menu possui alta carga de carboidratos. Nesse sentido, é preciso esclarecer que o excesso de calorias forma massa gorda em detrimento da massa magra própria de uma alimentação balanceada.

  • Comer pouco

Assim como tudo na vida dos seres humanos, é necessário chegar ao equilíbrio. Infelizmente, é comum ver pessoas comendo pouco achando que a redução de peso e a hipertrofia serão consequência desta postura. No entanto, o resultado de uma baixa ingestão calórica pode ser catastrófico.

Quando se restringe a quantidade de carboidratos a níveis baixíssimos, é provável que a pessoa acabe ficando sem energia para treinar e aproveitar o tempo do treino adequadamente. Além dos resultados serem insatisfatórios, a pessoa começa a perder massa muscular. Para evitar o catabolismo dos músculos, é necessário manter uma alimentação adequada e com intervalos pequenos entre uma e outra refeição.

  • Ficar horas sem tomar água

Aproximadamente 70% da constituição do corpo humano é feita de água. Quando a pessoa transpira, ela elimina de 2 a 3% desse volume por dia. Mas, afinal, qual a missão da água para a hipertrofia? Este líquido tão importante para a vida colabora na eliminação das toxinas originadas pelo metabolismo de proteínas. Ao eliminar esses detritos de forma satisfatória, as células musculares podem continuar trabalhando de forma eficaz.

  • Poucas proteínas no cardápio

Muitos frequentadores de academias acham que estão mantendo uma dieta rica em proteínas, no entanto é comum ver essas pessoas consumindo altas doses de gorduras e carboidratos e deixando de lado os compostos que realmente interessam. Para evitar essa confusão, é indispensável contar com o auxílio de um profissional, pois ele saberá indicar quais alimentos são ricos em proteínas e quais deles podem oferecer um retorno mais breve na alimentação e durante o treino. Uma boa dica nesse sentido é optar por proteínas magras, como as encontradas no peito de frango sem a pele, atum ao natural (sem óleo), clara de ovo, leguminosas, laticínios classificados como light e whey protein.

  • Beber álcool

Você fica cinco dias por semana treinando no mínimo uma hora por dia e quando chega o fim de semana bebe bastante álcool? Infelizmente, pessoas que fazem isso podem estar comprometendo os resultados do treinamento e afetando, além disso, a sua saúde.

O álcool é extremamente calórico e inexpressivo em termos de nutrientes, ou seja, é uma bomba calórica sem nenhum benefício. Além de colaborar no aumento de peso, devido ao valor calórico que possui. Ele desidrata e oferece uma redução na síntese de proteínas a partir dos aminoácidos. Outro ponto negativo da ingestão de bebidas alcóolicas é que há a diminuição dos níveis de testosterona, hormônio indispensável para o crescimento muscular e desenvolvimento da hipertrofia.

E é claro que o consumo de substâncias alcoólicas reduz a vontade de treinar e realizar as atividades do plano de treinamento.

  • Abusar da quantidade de gordura e açúcar ingeridos

Como citado anteriormente, o ideal é buscar um equilíbrio na alimentação. Exagerar na quantidade de alimentos que engordam em detrimento dos ótimos alimentos para emagrecer pode comprometer todo o rendimento dos exercícios de academia e musculação.

Em relação às gorduras, a variedade considerada benéfica é fundamental para o funcionamento do organismo, especialmente para o desenvolvimento do cérebro. No entanto, existem gorduras que agem como vilãs tanto para a hipertrofia e o emagrecimento quanto para a saúde e bem-estar. Por isso, evite “estocar” muita gordura, pois esse excesso aumenta o volume do tecido adiposo ao redor da cintura e a camada entre os órgãos. Esta última manifestação é a mais perigosa, haja vista que ela limita os movimentos orgânicos.

Os erros citados acima são os mais importantes. É frequente ver pessoas cometendo-os e repetindo-os. Entretanto, existem alguns outros equívocos que também podem ser prejudiciais para quem busca aumentar a massa muscular, como: deixar de lado o controle do ganho de gordura; estipular objetivos irreais e optar por planos de treino mirabolantes considerando a sua capacidade física atual; eliminar por completo os exercícios aeróbicos (responsáveis pela diminuição do peso); deixar para preparar a refeição na última hora; comer muitas proteínas na tentativa de ganhar mais volume de massa em menor tempo, e outros tantos que podem ser percebidos nas academias.

Vale a pena investir em uma dieta balanceada e garantir um bom ganho de massa em tempo prudente. Deseja conhecer mais informações sobre o assunto? Leia outros posts do blog e fique de olho nas novidades.

Foca, esmaga e cresça!

  • admin

    sadasdasdas