Culinária Funcional – Saiba Tudo Sobre esse Poderoso Projeto de Vida

0
Culinária Funcional
Culinária Funcional

A correria do dia a dia diversas vezes nos obriga a consumir refeições prontas, resultando em enfermidades como diabetes, pressão alta e até mesmo obesidade. Para diminuir os efeitos destes alimentos em nosso organismo foi desenvolvida a culinária funcional.

Esta modalidade de gastronomia surgiu da união entre a culinária e a nutrição funcional, e tem como objetivo nutrir o organismo com os nutrientes adequados, respeitando a individualidade metabólica.

Ou seja, o cardápio da culinária funcional é desenvolvido de acordo com as necessidades de cada um, eliminando enfermidades crônicas, alergias, intolerâncias e proporcionando maior qualidade de vida e saúde, e considera ainda o sexo, o estilo de vida e a saúde atual da pessoa.

Culinária Funcional e Alimentos Funcionais

Ingredientes primordiais para a composição dos cardápios da culinária funcional, os alimentos funcionais são aqueles que trazem benefícios à saúde além de suas funções básicas de nutrição, desde que consumidos com frequência.

Embora não tenham poder de cura, estes alimentos ajudam na prevenção do surgimento de doenças cardiovasculares, enfermidades crônicas e autoimunes e aumentam as defesas do organismo.

Para cozinhar as refeições diárias que fazem parte da culinária funcional, os nutricionistas costumam recomendar a ingestão de alimentos orgânicos e biodinâmicos, que não recebem agrotóxicos ou adubos químicos durante seu cultivo.

Estes últimos alimentos costumam ainda ser influenciados pela posição da lua durante seu plantio, colheita e adubação. Os alimentos biodinâmicos são cultivados, ainda, em áreas onde é feita o rodízio de colheitas, para que o solo não sofra com o empobrecimento de nutrientes.

Vantagens da Culinária Funcional

A adoção da culinária funcional traz inúmeros benefícios à saúde e à qualidade de vida, graças aos nutrientes presentes em determinados alimentos.

Por exemplo, produtos ricos em ômega 3 ajudam a melhorar a atividade cerebral, auxiliam no combate a inflamações e diminuem o risco de ocorrências de doenças cardiovasculares.

Os probióticos, encontrados em leites fermentados, ajudam no funcionamento do intestino e previnem o desenvolvimento de câncer de cólon, enquanto os prebióticos, como a biomassa de banana verde, melhoram o funcionamento do intestino e elevam a concentração de cálcio no organismo.

Já os antioxidantes (suco de uva integral, ervas e especiais) reduzem o envelhecimento celular e diminuem as chances de o indivíduo desenvolver algum tipo de câncer.

Como Tornar os Alimentos Funcionais Ainda Mais Benéficos?

A culinária funcional não leva em consideração apenas os alimentos escolhidos para a realização das receitas, mas também o modo como eles são preparados.

Este cuidado é importante para que as frutas, verduras, legumes e outros preservem e potencializem ao máximo seus nutrientes, garantindo que o organismo os absorva da melhor forma possível.

Ao escolher frutas e vegetais, por exemplo, selecione aqueles que estejam completamente maduros, evitando produtos verdes, amolecidos quimicamente ou em estufas.

Quando for cozinhar legumes no vapor, assar, refogar ou cozê-los em micro-ondas, realize esse processo brevemente, para não destruir compostos fitoquímicos sensíveis ao calor ou que sejam dissolvidos na água utilizada para o cozimento.

Ao armazenar frutas e vegetais, acondicione-os no refrigerador, reduzindo assim a destruição enzimática ou oxidativa destes produtos.

E, principalmente, ao adquirir os alimentos que farão parte de suas receitas da culinária funcional, priorize a compra de itens ecológicos, em detrimento dos industrializados, pois estes além de mais ricos em fitoquímicos e antioxidantes não contêm metais pesados.

Mitos em Torno da Culinária Funcional

Assim como tudo o que envolve a alimentação saudável, a culinária funcional está repleta de mitos que dificultam sua adoção por algumas pessoas. Veja as principais lendas sobre o tema e saiba como fugir delas.

Comida funcional não alimenta

Ao contrário do que muitas pessoas possam imaginar, o alimento funcional alimenta tanto quanto um alimento comum. A única coisa que o difere é a ausência de agrotóxicos e adubos químicos durante sua semeadura e crescimento.

Suco Engorda

Graças à crença de que sucos naturais “engordam”, alguns ingerem apenas bebidas zero, por acreditar que estas contêm menos calorias. Neste caso, o que determina se a pessoa irá engordar é, em boa parte, o funcionamento de seu metabolismo.

Pessoas com metabolismo lento podem engordar ou perder peso mais devagar do que outras com funcionamento acelerado, mesmo que estas duas tenham a mesma dieta e consumam a mesma quantidade de alimentos diariamente.

Além disso, embora o suco natural contenha mais calorias que as ditas bebidas zero, suas propriedades nutricionais são maiores, pois estas últimas contêm pouco ou nenhum nutriente.

Retirar o Glúten e a Lactose da Dieta Facilita o Emagrecimento

Considerados vilões em diversas dietas, na culinária funcional estes tipos de alimento só são retirados de seu cardápio diário se você possuir algum tipo de intolerância a eles. Caso contrário, a ingestão é diminuída, para se adequar à sua nova rotina de vida.

Alimentação Funcional
Alimentação Funcional

Escolha Sempre o Que Tiver Menos Calorias

Outra crença que afasta muitos da gastronomia funcional, já que neste estilo de vida o que é levado em consideração é uma dieta saudável, e não a quantidade de calorias que possui.

Ao aderir à culinária funcional, o mais importante é verificar quantos nutrientes o alimento possui, qual sua procedência e que efeito terá sobre o corpo.

Adotar hábitos saudáveis de alimentação, priorizando o consumo de produtos livres de agrotóxicos, com menos gorduras e de origem natural faz parte dos princípios da culinária funcional, uma filosofia de vida que é capaz de devolver não apenas sua qualidade de vida, mas proporcionar um envelhecimento saudável.

Gostou do artigo? Então compartilhe com seus amigos!