Conheça os 8 Mitos e Erros Mais comuns na Musculação

0

No mundo da musculação nos deparamos com muitos mitos e erros que acabam se tornando falsas verdades devido elas serem ditas repetidas vezes por muitas pessoas.

Neste artigo, vamos te mostrar os 8 Mitos e Erros Mais comuns na Musculação.

Vamos lá?!

1. Treinar sem um planejamento claro

É realmente chocante observar que a grande esmagadora maioria das pessoas que treinam em uma academia (ou em qualquer outro lugar) ficam sem qualquer tipo de planejamento claro e específico sobre o volume, intensidade, densidade, e a escolha dos exercícios.

Isso é muito ruim, pois fazendo as coisas “de qualquer jeito” lhe trará resultados ruins ou até mesmo nenhum resultado… Ou ainda pior, poderá lhe trazer sérios problemas, pois dependendo do tipo de erro que você estiver cometendo, você poderá sofrer a qualquer momento uma lesão muscular séria.

Organizar bem seus exercícios é a chave para o progresso e atingir seus objetivos. Em contrapartida, improvisar em todos os exercícios sem fazer cada ação sem motivo específico vai levar ao fracasso absoluto.

2. Não controlar o tempo de descanso correto

Controlar o tempo de descanso entre as séries é absolutamente necessário caso você treine de forma correta e tenha objetivos claros. Por exemplo, se você quiser maximizar a sua força, você provavelmente terá que fazer pequenas pausas de 2 a 3 minutos. Se você não controlar esse aspecto de forma rigorosa, seu treino pode ficar comprometido pela sua falta de fôlego.

3. Plano de Alimentação (Dieta)

Eu sei que isso pode parecer muito óbvio, mas tem muita gente que simplesmente ignora esse fator, e acha que somente a musculação será a responsável pelos seus ganhos. A dieta é de longe o fator mais importante em um plano de treinamento, e deve ser levada a sério caso você realmente tenha objetivos claros, não importa se você deseja ganhar massa muscular, perder peso, manter ou definir, tenha sempre foco em sua dieta!

A dieta é tão importante pelo simples fato dela fornecer tudo o que seu organismo precisa para, além de viver, ter energia, eliminar gordura, ganhar massa muscular, ganhar força enfim, o organismo precisa de alimentação ad3quada para seu objetivo, então é necessário que você tenha foco, procure um bom nutricionista esportivo e mantenha uma consistência em sua dieta, sem pular refeições, sem viver trocando comida por suplemento e principalmente, evitando ao máximo consumir alimentos e bebidas que só vão atrasar seus resultados dentro da academia e prejudicar sua saúde a curto, médio e longo prazo.

Lembre-se: musculação não é apenas te rum corpo bonito, se trata principalmente em lhe dar mais saúde.

4. Não possuir um objetivo claro

Isso é algo que soa até engraçado. Quando você sai de casa, você provavelmente sabe para onde ir, certo? Então porque ir à academia seria diferente?

Pois é, mas muitas pessoas vão à academia simplesmente por nada, seja para aparecer, para dizer para os amigos que está na academia do momento, seja por modismo, enfim… Pare agora, caso essa seja a sua situação! Tenha metas em todos os aspectos da sua vida, inclusive no aspecto físico, treino sempre com um objetivo, seja ela qual for. Procure um bom profissional para montar um treino e dieta específicos para seu objetivo, estude sobre, não falte, motive-se diariamente!

5. Excesso de carga ou treino

Deparamo-nos com duas situações realmente muito comuns. A primeira se trata do indivíduo que tenta levantar mais peso do que sue corpo aguenta, ou seja, ele vai para treinar seu ego e não o seu corpo, e acaba fazendo papel de bobo. Cargas fora da realidade trazem apenas malefícios, pois aumentam em quase 100% as chances de ocorrer uma lesão, não auxiliam no processo de hipertrofia muscular, dificultam uma boa execução de movimentos, e não vão acrescentar em nada ao seu treino.

Caso seu objetivo seja a hipertrofia, concentre-se em levantar cargas pesadas, mas que estas sejam possíveis de serem executadas com total amplitude de movimentos, para poder atingir todas as fibras do muscular a ser trabalhado naquele exato momento. Faça movimentos lentos, com total amplitude, isso sim irá gerar hipertrofia.

Não seja um levantador de pesos ambulante, treine para si de forma correta, sempre.

Outra coisa a se tratar é no excesso de treinamento. Existem muitas pessoas que treinam todos os dias, e\ou treinam por várias horas seguidas todos os dias. Isso é totalmente contra produtivo para qualquer pessoa, pois acaba gerando um estresse e cansaço muscular muito grande e fica privando algo fundamental para o crescimento muscular, que é a fase de descanso.

O tempo ideal para se treinar por dia 1e de no máximo uma hora, não é necessário muito amis do que isso, e três séries bem intensas para cada grupo muscular é mais do que suficiente para você poder gerar excelentes resultados, nada mais do que isso.

6. Não treinar com consistência

Falamos no texto acima sobre o excesso de treinamento, porém, a falta dele também é um grande problema. Foque sempre no meio termo.

Excesso ou falta de treinamento não geram resultados. Pois o excesso priva o músculo de descansar e poder se regenerar, provocando assim a hipertrofia muscular, porém, a falta de treino não dá o estimulo necessário apara que a hipertrofia seja feita. Tenha dias e horários certos para ir treinar, e procure nunca faltar seu treinamento, mesmo se você perder o horário procure sempre dar um jeito de não faltar.

7. Beber pouca água

O corpo humano é constituído de 70% de água, então o que te faz crer que beber pouca água não fará diferença em seus ganhos? Quando praticamos atividades físicas de modo regular, aí que a ingestão de água precisará ser aumentada, pois o número de células que precisaram ser nutridas será cada vez maior, então, além de ser algo básico para a vida, a água também é algo muito básico para qualquer pessoa que treine do medo sério.

O recomendado é a ingestão mínima de 2 litros de água por dia.

8. Imitar o treino dos outros

Saiba de uma coisa… Ninguém é igual a ninguém! O seu amigo pode ter o mesmo peso, a mesma altura, até o mesmo nome, mas isso não quer dizer que a sua rotina de treino (e alimentação) tenha que se igual à dele também. Todo indivíduo é diferente, e dentro da academia isso não muda, tudo deve ser feito adaptado sempre a sua realidade e objetivos.

Gostou do artigo?

Não deixe de escrever sua opinião nos comentários logo abaixo com sua crítica, dúvida ou sugestão.

E fique a vontade para compartilhar com seus amigos em sua rede social favorita.

Até o próximo artigo!