7 Maus Alimentos que São Bons para Você

0

Será que todos os famosos maus alimentos, são totalmente ruins para nossa saúde?

Aqui nesse artigo você vai desmistificar muitas informações importantes, sabe aqueles alimentos que são os “famosos” maléficos para a nossa saúde? Pois é, nem tudo é exatamente como falam.

Você pode estar consumindo tais alimentos e se beneficiar com eles, basta que saiba prepará-los de uma forma diferenciada, continuarão a ser os mesmos e deliciosos alimentos, mas que não estarão fazendo mal para a sua saúde.

Tudo é uma questão de saber adaptar os alimentos e o preparo que você dá a eles.  A partir do momento em que você se conscientiza disso, as coisas começam a fluir melhor na sua cozinha e refletindo melhor na sua saúde, porque você não precisa abrir mão de comer tudo o que gosta com medo de algo lhe fazer mal.

A dica é você se alimentar com moderação e seguir em frente!

As frituras são ruins para nossa saúde, mas são boas dependendo do modo como você prepara…

As frituras não devem ser absolutamente as carrascas da sua alimentação, as vezes é só você saber escolher o tipo mais saudável de óleo ou gordura para estar fritando os seus alimentos.

Para você ter uma boa ideia e começar a perceber que nem todas as frituras são negativas, saiba que algumas gorduras trans ajudam a sua saúde do coração, e também são auxiliares para que você não engorde horrores como outras gorduras fazem. E de acordo com pesquisas, são consideradas até positivas para a prevenção do câncer.

E outra coisa que talvez poucos sabem é que vários nutrientes do arroz integral não têm biodisponibilidade devido conter ácido fítico, fazendo assim do arroz branco ficar sendo uma melhor opção para seu consumo.

Podemos falar inclusive do ketchup, saiba que se ele não for adoçado com frutose ou outros açúcares, acaba sendo uma excelente fonte de licopeno, ou seja, quem diria que o próprio ketchup, tão presente nas mesas dos fast-foods, poderia de algum modo estar sendo benéfico para a saúde não é mesmo?

E o que dizer então do tão polêmico e gorduroso bacon? A maior parte da gordura do Bacon é monoinsaturada, esse tipo de gordura também é denominada de ácido oleico, e por incrível que pareça, é a mesma que também é encontrada sabe onde? No azeite de oliva, isso mesmo. E você deve saber que o azeite de oliva é sempre a opção mais saudável para as frituras não é mesmo?

E se formos falar da cerveja, podemos dizer que ela consegue ser mais saudável do que o vinho, e sabe qual o motivo dessa afirmação? Simples, essas duas bebidas conseguem ter a mesma abundância de nutrientes, só que a cerveja tem menos calorias do que o vinho. Você vai conhecer agora tudo isso de forma muito mais detalhada a seguir…

7 maus alimentos que são bons para você de alguma forma

 

 

1. Alimentos fritos

640px-Beef_Burger_In_Kota_Kinabalu,_Malaysia[1]

Em toda a nossa vida fomos alertados de que não deveríamos consumir alimentos fritos, por serem perigosos para nossa saúde. E como exemplo, todo mundo cita algum ancião que morava em alguma fazenda, e que por se alimentar de forma mais natural e saudável, conseguiu viver até seus 100 anos…

É verdade que cozinhar os alimentos com o óleo comum de cozinha que estamos acostumados, nos fará aumentar um pouco de peso, quer dizer, tem lá suas calorias a mais sim, porém, não devemos esquecer que esse mesmo óleo contém as vitaminas que nosso corpo também precisa, como por exemplo as vitaminas lipossolúveis A, D, E e K.

Sem falar que se quisermos nos beneficiar do betacaroteno que se encontra presente na batata doce, do licopeno que é encontrado no tomate, e da luteína que é encontrada na couve e no espinafre, precisamos consumir gorduras, afim de facilitar o processo que o nosso organismo estará fazendo para absolver tais nutrientes citados que esses alimentos contém.

Ou seja, de alguma forma você deve adicionar óleo aos seus alimentos. Agora, saiba que você pode usar como uma boa escolha de óleo, o azeite ou óleo de gergelim para altas frituras, visto que no óleo de cozinha tradicional, podemos ter uma alteração química que pode malograr os nutrientes dos alimentos fritos em altas temperaturas.

2. Gorduras trans

As pessoas conhecem as “gordura trans” como as culpadas pelo desenvolvimento de doenças cardíacas. E elas podem estarem ocultas em massas de pães, pipocas de micro-ondas, margarina etc… Tais alimentos podem ser vilões da sua cozinha, podendo ao longo do tempo entupir as suas artérias.

Essas gorduras que são insaturadas não são encontradas na natureza, pelo menos são raros os casos em que se pode encontrá-las. Podemos dizer que elas são desenvolvidas com produtos industrializados.

As pessoas temem tal gordura porque se ouve falar que podem afetar negativamente a saúde do coração, aumentar o colesterol ruim e ainda por cima causar diminuição do colesterol bom.

Mas, o que as pessoas desconhecem nesse emaranhado de informações negativas que rondam a “gordura trans” é que apesar de tudo, há algumas gorduras trans que podem fazer bem para sua saúde cardíaca, além de ajudarem na prevenção do câncer e ajudar inclusive na queima de gorduras, e um grupo dessas gorduras boas é conhecida como ácido linoleico ou “CLA”.

Essas gorduras são encontradas na carne e produtos lácteos por exemplo, mas produtos lácteos, cujos animais se alimentaram com capim.

3. Arroz branco

Pessoas que estão buscando levar uma vida mais saudável, querem por exemplo emagrecer, começam a adotar o arroz integral na cozinha, como sendo a opção mais indicada para melhorar a saúde.

O que se ouve falar por aí é que o arroz integral é uma boa fonte de fibras, proteínas e que ainda não é capaz de aumentar os níveis de açúcar no seu sangue tal como o arroz branco pode fazer.

E todas essas informações realmente são verdadeiras a respeito do arroz integral, porém as proteínas que o arroz integral tem são em quantidades mínimas, e apesar dele conter fibras, no arroz integral elas também são insuficientes, fazendo assim as frutas e legumes serem melhores opções para o consumo de fibras.

E por último, podemos dizer que é verdade que ele não aumenta os níveis de açúcar no seu sangue, mas o arroz branco, nunca consumimos em uma quantidade absurda a ponto de fazer aumentar nossos índices de açúcar no sangue, não é mesmo?

Podemos dizer então que o arroz branco, não é um mau alimento assim. Ao invés disso, podemos moderar a quantidade de seu consumo e adicioná-lo a boas porções de verduras, legumes e algum pedaço de carne.

4. Ketchup

Se o Ketchup é feito com tomates, podemos dizer que de uma maneira ou outra ele poderia ser saudável. Isso mesmo, se ele não tiver a adição de açúcares e frutose, ele seria uma boa fonte de licopeno, o que poderia ser um excelente antioxidante, poderia estar inclusive prevenindo o câncer e ajudando a saúde do seu coração.

Se você consegue então encontrar alguma marca de ketchup que não tem açúcares (frutose), poderá estar consumindo ele de forma saudável e garantindo esses benefícios.

5. Bacon

O polêmico bacon, é um dos alimentos mais “maléficos” como o que é conhecido. Basta colocá-lo em uma frigideira, acender o fogo e em poucos minutos você o encontra em uma verdadeira piscina de gordura saturada.

E dizem por aí que é passível de oferecer os piores riscos para seu coração, pelo fato de entupir a sua artéria aorta.

Podemos agora, analisar o bacon com outros olhos… Saiba que há muitos nutrientes no bacon, e que de certa forma o nosso organismo precisa de tais nutrientes.

O que pode fazer o bacon uma opção mais saudável é o consumo desse tipo de carne, onde os suínos tiveram uma alimentação natural para porcos e não com alimentos industrializados.

 

6. Batatas

Batata+frita[1]

Apesar de alguns afirmarem que as batatas são maléficas para a saúde, principalmente se lembrarmos as batatas fritas e as industrializadas, podemos dizer que, se você prepará-las da forma mais saudável, como por exemplo cozidas com a casca ou fritas com algum azeite ou óleo de gergelim, poderá estar se beneficiando com as ricas vitaminas, carotenoides e flavonoides que as batatas contêm

Como sempre, vale ressaltar que o consumo de todo e qualquer tipo de alimento devem ser em medidas moderadas, e vai depender se você quer aumentar ou perder o seu peso. Saiba que a batata não é de todo modo um mau alimento, depende de como você poderá estar preparando-a.

7. Cerveja

Uma analogia bem interessante da cerveja é que podemos compará-la ao vinho, como sendo o irmão banguelo e rude do tão sofisticado vinho.

Algumas pessoas com mais sofisticação adoram fazer ressalva dos benefícios do mesmo, como herança e ano dos vinhos. Pelo fato dos vinhos terem polifenóis, podemos dizer sim, que ele ajuda a proteger a nossa saúde.

Mas, o que se pode notar é que a cerveja possui menos calorias do que o vinho, podendo nesse lado ser considerada mais saudável que o mesmo.

Leituras recomendadas para você ler depois também:
Como reduzir a dor muscular que vem um dia ou dois após os treinos

Como fisiculturistas e modelos de fitness ficam tão magros

Como perder um quilo de gordura por dia

As 7 maiores mentiras fitness que as revistas adoram contar